Um dos passeios quase obrigatórios para quem vai ao Chile é conhecer uma vinícola. E são muitas as opções. Há quem diga que a melhor e maior delas seja a Concha y Tora. Talvez a mais tradicional e bem popular entre os turistas. Mas desta vez conheci a Viña Undurraga, também bastante frequentada pelos turistas, especialmente pelos brasileiros.

Siga o Roteiros Possíveis no Instagram @roteirospossiveis.

A sugestão foi da empresa de turismo com a qual fizemos os nossos passeios para fora da capital chilena, a Ticket Tour. Depois falarei um pouco mais dela. O importante é que eles nos recomendaram essa vinícola por ter bons vinhos, claro, por estar próximo à capital, por ser um pouco mais barata que a Concha y Toro e pela importância dela para o país. Bem, confiamos e optamos por ela. E não nos arrependemos.

roteirospossiveis592A Undurraga fica na cidade de Talagante, a 34 km de Santiago. Como mencionei, fomos com uma agência, que nos buscou com toda a comodidade em nosso endereço na capital. Há possibilidade de ir de transporte público também, mas levará um pouco mais de tempo para chegar, o que pode comprometer seus passeios do dia, se sua estada na cidade for curta.

roteirospossiveis591Chegamos e tivemos que esperar um pouco para iniciar o tour pela vinícola. Aproveitamos essas 10 minutinhos para ver o jardim e fazer algumas fotos. O tour dura cerca de 1h15 e fomos guiados por um senhor muito gentil e engraçado que fez com que o passeio fosse bastante agradável.

roteirospossiveis593Logo depois das apresentações, seguimos para o vinhedo no qual o guia explicou coisas bastante interessantes sobre o cultivo das uvas. O que mais me chamou atenção e o que eu não sabia eram as diferenças entre o vinho branco e o tinto (além da cor, claro). Mostrou a diferença entre as uvas e como reconhecê-las através das folhas. Ainda nos mostrou a calicata, um corte do terreno para analisar os tipos de minerais que o solo contém, que podem influenciar o sabor das uvas, como se vê na imagem abaixo.

roteirospossiveis595LEIA MAIS: Que tal experimentar rafting nos arredores de Santiago, no Chile

Depois seguimos para a parte da produção dos vinhos. Vimos os grandes “tanques”, onde a bebida é produzida, e as centenárias adegas subterrâneas, onde são armazenados os barris com o vinho já pronto. Ali ficam até o tempo adequado para a comercialização. Em seguida visitamos a pequena exposição “Gente de la Tierra” que trata da vida e da arte mapuche e pré-colombiana em honra aos povos originários chilenos.

roteirospossiveis596A última etapa do tour, e a mais aguardada, é a degustação dos vinhos. O tour que fizemos nos dava o direito de apreciar 4 vinhos reservas. De presente, ganhamos uma bela taça, a mesma que nós apreciamos os vinhos. Ah, ganhamos também uma garrafa de vinho que estava inclusa no pacote da agência.

roteirospossiveis597Depois do tour ficamos à vontade para visitar a loja da vinícola. As opções eram variadas, mas acabamos comprando apenas uma garrafa porque os preços não eram os melhores. Conseguimos comprar vinhos mais baratos nos supermercados de Santiago.

roteirospossiveis598O passeio com a agência custou 28 mil pesos chilenos (incluso o translado e tour).  Mas há agências que fazem o passeio mais em conta. Vá na Plaza de Armas que encontrará um monte de opções delas. Somente o tour comprado diretamente na Viña Undurraga custa 14 mil pesos chilenos.

Mais informações sobre a  Viña Undurraga: https://www.undurraga.cl/tours

roteirospossiveis594

Que tal ganhar R$ 50 em desconto na sua próxima reserva de hotel? CLIQUE AQUI e garanta já o seu desconto. Além disso, você ainda ajuda este blogueiro que vos fala.  

Gostou do post? Tem alguma dúvida? Deixe seu comentário. Aproveite e curta as redes sociais do Roteiros Possíveis.

Instagram: https://www.instagram.com/roteirospossiveis/
Facebook: https://www.facebook.com/roteirospossiveis/
Twitter: https://twitter.com/blogroteirospos/
Pinterest: https://br.pinterest.com/roteirospossveis/pins/

Imagens: Anderson Corrêa / Undurraga