Esse fim de ano estive atolado com afazeres diversos e tive de deixar o blog um pouco de lado. Mas volto com uma dica muito legal para quem gosta de museus. São Paulo, a maior cidade do país, está repleta deles, muitos gratuitos e outros com entrada franca em certos dias da semana, o que é bom para quem quer economizar uma graninha nas viagens.

Siga o Roteiros Possíveis no Instagram @roteirospossiveis.

1 – ITAÚ CULTURAL

Um dos espaços que mais gosto de Sampa é o Itaú Cultural. Em plena Avenida Paulista, o local é um celeiro de cultura: música, artes visuais e plásticas, teatro e música. Sempre tem uma programação variada e de bom gosto no local. O melhor, a entrada é gratuita todos os dias. A última vez eu estive lá, havia uma exposição sobre o Antônio Cândido, um dos grandes críticos literários do nosso país que foi fonte para muitos trabalhos na faculdade.

roteirospossiveis556Mas um dos espaços mais interessantes do Itaú Cultural é o Espaço Olavo Setubal, que ocupa dois andares no prédio. A exposição permanente reúne obras de duas coleções específicas do maior acervo de arte de uma companhia privada da América Latina: Brasiliana Itaú e Itaú Numismática. Ali será possível ver quadros, gravura, aquarelas, objetos, moedas, medalhas, documentos, entre outras coisas que contam um pouco da história do nosso país. Muito legal para visitar com crianças.

roteirospossiveis557A escadaria rodeada pelas gravuras de animais e alguns exemplares da nossa flora é um dos charmes da exposição.

Itaú Cultural: Avenida Paulista, 149. De terça a sexta, 9h às 20h. Sábado, domingo e feriado 11h às 20h. Entrada gratuita. http://www.itaucultural.org.br/

2 – JAPAN HOUSE

O formidável museu é uma dos mais concorridos da cidade. Elaborado pela comunidade nipônica, o museu mostra o Japão contemporâneo ao brasileiro por meio de sua arte, tecnologia, e gastronomia, mas sem esquecer a história e raízes do país. Assim, é de se esperar que seja uma belezura.

Foto: Leo Martins

A exposição Anrealage – A Light Un Light tem a proposta de despertar o público para o vestuário do futuro, a mostra apresenta itens criados pelo designer japonês Kunihiko Morinaga que, em uma combinação perfeita entre alta tecnologia e inspirações em elementos simples ou pequenos detalhes, surpreende pela inovação em suas criações.

000031007Já 次元 Dimensão, do duo NONOTAK, propõe a quebra entre as fronteiras das artes visuais e da arquitetura. São três instalações imersivas e sensoriais: “Magnitude”, uma instalação sensorial com barras de LED e programação avançada que, partindo da presença do corpo físico, propõe uma imersão visual mediada pela interferência tecnológica; “Daydream V.5 Infinite” é feita com projeção a laser, espelhos e sonorização, que dialogam com a sensação de infinito e geram distorções espaciais; e “Zero Point Two”, instalação sonora e visual feita com fibra óptica laser, em que raios de luz são transmitidos aleatoriamente, desenvolvendo infinitas formas geométricas.

NONOTAK_DivulgaçãoJapan House: Avenida Paulista, 52. Terça-feira a sábado, das 10h às 20h. Domingos e feriados, das 10h às 18h. Entrada gratuita. Pode haver filas grandes, especialmente em programações especiais e abertura de exposições. https://www.japanhouse.jp/saopaulo/index.html

VEJA MAIS: Cinco museus imperdíveis em Paris

3 – MUSEU DA IMAGEM E DO SOM (MIS)

O museu sempre tem excelentes exposições. Sua coleção possui mais de 200 mil itens, como fotografias, filmes, vídeos e cartazes. Além das exposições sempre há um programação cultural com teatro, dança, música e cinema, por exemplo.

mis_por_ding_musa.jpgO MIS tem um espaço permanente para fotografia. Quando estive lá, havia algumas exposições bem legais, com trabalhos de Walter Carvalho, José Oiticica Filho, além de uma homenagem a John Malkovich, elaborado por Sandro Miller.

roteirospossiveis558.JPGRecentemente entrou em cartaz uma exposição sobre quadrinhos que eu estou louco para ver, mas ainda não consegui. A exposição Quadrinhos apresenta uma ampla retrospectiva da 9ª Arte contada através de revistas, artes originais e itens raros dos diversos gêneros das HQs – super-heróis, infantis, terror, aventura, romance, mangá, faroeste e muitos outros – em ambientes temáticos e imersivos que ocupam todas as áreas do Museu, apresentando também a influência das HQs na cultura pop e em outras mídias como cinema e TV.

Letícia-Godoy-MISLetícia-Godoy-MIS-2MIS: Av. Europa, 158, Jardim Europa. De terça a sábado, das 10h às 20h. Domingos e feriados, das 9h às 18h. Todas as exposições do térreo têm entrada gratuita. Os ingressos variam de exposição para exposição. Às terças, o ingresso é gratuito (sujeito a disponibilidade). https://www.mis-sp.org.br/

LEIA MAIS: O colorido Beco do Batman, na Vila Madalena.

4 – PINACOTECA

Um dos museus mais bonitos do mundo, na minha humilde opinião. Este, diferente dos outros dois já citados na lista, é administrado pelo Estado de São Paulo. Está localizado no antigo edifício do Liceu de Artes e Ofícios, projetado no final do século XIX. Extraordinário. Ao lado fica um belo jardim, onde também é possível ver esculturas maravilhosas.

pinacoteca-de-sp-1-1O acervo da Pinacoteca é composto por obras do século XIX, modernas e contemporâneas. Atualmente estão em cartaz algumas exposições. “Trabalho de artista: imagem e autoimagem (1826-1929)” apresenta um conjunto com cerca de 120 obras de 33 autores, mulheres e homens, que representaram seu trabalho e suas figuras de artista, entre o século XIX e início do século XX.

pinacoteca.JPGJá “Invenção de Origem” é uma coletiva que tem como ponto de partida o filme “The Origin of the Night: Amazon Cosmos” (1973-77), de Lothar Baumgarten. São quatro artistas brasileiros – Antonio Dias, Carmela Gross, Solange Pessoa e Tunga –, que têm em comum obras que aludem a tempos e ações primordiais que teriam contribuído para as narrativas sobre a origem da vida.

roteirospossiveis559Pinacoteca: Praça da Luz, 2. De quarta a segunda, das 10h às 17h30. Ingresso R$ 10 e R$ 5 (meia). Menores de 10 e maiores de 60 são isentos. Sábado, a entrada é gratuita. http://pinacoteca.org.br/

5 – MASP

Além de ser um dos cartões-postais mais famosos da Terra da Garoa, o MASP é um dos museus de arte mais importantes do mundo, com acervo de 10.000 peças de vários séculos e de países. No local é possível ficar frente a frente com telas de Rafael, Ingres, Van Gogh, Cézanne, Renoir, Monet e Picasso.

masp.jpgMas os brasileiros também estão por lá. Há obras de Anita Malfatti, Di Cavalcanti, Candido Portinari e Victor Meirelles.

roteirospossiveis560.JPGO MASP realiza constantemente exposições temporárias muito interessantes. Recentemente promoveu uma exposição sobre Aleijadinho que reuniu 37 esculturas de autorias atribuídas ao escultor mineiro responsável pelas principais obras em igrejas nas cidades histórias de Minas Gerais.

roteirospossiveis561Atualmente, em cartaz, a exposição com obras de Rubem Valentim que se apropria da linguagem da abstração geométrica para construir complexas composições que redesenham e reconfiguram símbolos, emblemas e referências afro-atlânticos.

MASP: Av. Paulista, 1578. Terça, 10h às 20h, com entrada gratuita. Quarta a domingo e feriado 10h às 18h. Ingressos: R$ 35 e R$ 17 (meia). Gratuito para menores de 11 anos. https://masp.org.br/

Gostou do post? Então curta e compartilhe-o. Assim você também ajuda a divulgar o blog. Aproveite siga o Roteiros Possíveis pelas redes sociais.

Instagram: https://www.instagram.com/roteirospossiveis/
Facebook: https://www.facebook.com/roteirospossiveis/
Twitter: https://twitter.com/blogroteirospos/
Pinterest: https://br.pinterest.com/roteirospossveis/pins/

Imagens: Anderson Corrêa / Leo Martins / Letícia Godoy / Luiza Andréa / Reprodução