Eu moro em uma cidade que carece de parques arborizados. Então, sempre aproveito minhas viagens para conhecer e passar algumas horas nesses rincões, respirar um pouco de ar puro e estabelecer contato com a natureza. Nas minhas últimas duas passagens pelo Rio de Janeiro tive a felicidade de conhecer o Parque Lage. Aliás, muito já tinha ouvido falar sobre ele, mas infelizmente nunca tinha tido oportunidade de estar lá.

Siga o Roteiros Possíveis no Instagram @roteirospossiveis.

Agora que conheci, posso dizer que é um passeio imperdível e melhor ainda é gratuito. Essa é talvez uma das vantagens em relação ao Jardim Botânico, que fica pertinho do parque, mas que cobra um taxa para entrada. Mas vamos ao que interessa.

roteirospossiveis516Aos pés do Morro do Corcovado, lá onde fica o Cristo Redentor, está o Parque Lage, resquício de um engenho de açúcar da capital fluminense. Hoje, tombado como patrimônio histórico, o parque é sede da Escola de Artes Visuais (EAV), que oferece cursos de artes gratuitos, além de fazer exposições de arte contemporânea.

roteirospossiveis517O maravilhoso jardim em estilo romântico europeu foi projetado em 1840 pelo paisagista inglês John Tyndale. Além de exemplares nativos da Mata Atlântica, o jardim tem palmeiras imperiais, lagos artificiais e um pequeno aquário incrustado nas paredes de uma caverna no meio do parque. Há espaços para crianças brincarem e, lógico, muitos outros para se fazer piqueniques ou simplesmente contemplar a natureza ao lado de pessoas especiais.

SAIBA MAIS: Free walker tour pelo centro do Rio de Janeiro

roteirospossiveis513Um dos destaques do lugar é o casarão do século XIX. Além das dependências da EAV, a construção imponente, que pertenceu ao armador brasileiro Henrique Lage e sua esposa, a cantora lírica italiana Gabriela Besanzoni, também abriga, à beira da piscina, o Bistrô Plage, que dizem oferecer um excelente café da manhã, além de almoço e jantar preparados com produtos orgânicos. Não consegui comprovar a fama, porque a fila de espera era grande. Mas o Daniel, do Poltrona 22, fala um pouco de sua experiência no blog. Confere lá.

roteirospossiveis515.jpgPara quem costuma acompanhar perfis de viajantes no Instagram, já deve ter vista alguma fotografia diante da piscina e que tem o Corcovado como plano de fundo. Claro que eu queria a minha também. Detalhe: é proibido fazer fotos com máquinas fotográficas na parte interna da mansão. Vai ter de usar o celular mesmo. Agora os melhores lugares são concorridíssimos. Pior é que tem gente que não se manca e quer fazer um book por ali, sem se importar com a fila de pessoas querendo ter um lugarzinho ao sol. Não deixe de ir ao Parque Lage. É um passeio encantador.

SAIBA MAIS: O fabuloso Jardim Botânico do Rio de Janeiro

roteirospossiveis514.jpgPara não perder o passeio, há várias linhas que passam em frente ao parque. Há uma parada de ônibus bem próximo à entrada principal. O Parque Lage fica na Rua Jardim Botânico, 414, no bairro Jardim Botânico. E fica aberto diariamente das 8h às 17h (durante o horário de verão, até às 18h). Já o Bistrô Plage, abre de segunda a sexta, das 09h às 23h; aos sábados, das 13h às 23h e domingo das 09h às 23h.

Gostou do post. Quer saber algo mais. Deixe suas perguntas nos comentários. Aproveite e curta as redes sociais do Roteiros Possíveis. É grátis e não dói nada.

Instagram: https://www.instagram.com/roteirospossiveis/
Facebook: https://www.facebook.com/roteirospossiveis/
Twitter: https://twitter.com/blogroteirospos/
Pinterest: https://br.pinterest.com/roteirospossveis/pins/

Imagens: Anderson Corrêa / Wikipedia

Anúncios