Bogotá é a 4ª capital mais alta do mundo, a terceira da América do Sul, perdendo em altitude apenas para La Paz (Peru), Quito (Equador) e Thimphu (Butão). Assim, há de se esperar que pequenos problemas de saúde (falta de ar, tontura, dor de cabeça, náuseas) decorrentes da altitude surjam especialmente àqueles que chegam à cidade. Por isso, desde já não aconselho a subir o Cerro de Monserrate, que fica a 3.200 metros acima do nível do mar, logo no primeiro dia que chegar à maior cidade colombiana. A montanha faz parte da Cordilheira dos Andes, de sua parte Oriental.

Siga o Roteiros Possíveis no Instagram @roteirospossiveis.

CerroMas este é um dos passeios imperdíveis para quem vai à Bogotá. Ver a cidade do alto do Monserrate é um deslumbre. Mas fique atento a algumas informações para aproveitar ao máximo a visita.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

Bogotá é uma região com tempo meio louco. Chove, faz sol, fica nublado. O que pode ser um problema, se sua intenção é ter uma visão panorâmica da cidade lá de cima. Os dias em que estive lá o sol deu o ar de sua graça; deu para espantar o frio por algumas horas. Mas havia momentos de garoa e de nuvens. Felizmente, quando subi, o sol apareceu, mas, ainda assim, o dia estava meio cinzento, o que é bem comum.

SAIBA MAIS: Conheça o bairro La Candelaria, em Bogotá.

vista Cerro de MonserrateQuanto à altitude, o único problema que tive foi um pequeno cansaço na subida de um pequeno lance de escada que há logo depois da saída do funicular. De resto, foi tudo bem tranquilo. Mas há pessoas que passam um pouco mal e precisam dar uma parada, tomar remédio ou mesmo o chá de coca, que é vendido por ali mesmo e que dizem minimizar os sintomas da altura. Alguns amigos me disseram que é importante fazer uma refeição leve antes de subir e, claro, ir com calma, sem pressa.

COMO SUBIR?

Se você tiver tempo e muita disposição pode subir os 3.200 metros andando pela trilha íngreme. O tempo médio da subida é de 1 hora. Mas tudo dependerá do seu preparo físico e de sua reação à altitude.

Entrada Cerro de MonserrateSe não tiver tanta disposição, melhor subir com o funicular ou com o telégrafo. Quando estive lá, o telégrafo estava em manutenção, logo o jeito foi usar o funicular. O percurso foi feito em 5 minutos e é muito tranquilo. Fora o ouvido que entupiu por alguns instantes (do mesmo modo que ocorre no avião), não senti nenhuma outra indisposição. Ao longo do percurso, uma gravação conta um pouco da história do cerro e do santuário.

Paguei COP 20 mil pelo ingresso, que garantia a ida e a volta pelo funicular. Você pode ficar lá em cima quanto tempo quiser. A saídas do funicular ocorrem a cada 15 minutos e funcionam até as 23h30. Outras informações veja o site do Cerro de Monserrate.

roteirospossiveis430Dizem que o melhor horário para estar no alto do cerro é durante o por do sol. Esse horário é quando o local fica bem cheio. Preferi ir um pouco mais cedo. Passava das 16h quando entrei no funicular. E não me arrependi. A vista era realmente maravilhosa já àquela hora. Algumas poucas nuvens, mas ainda assim dava para ver bem a cidade.

Cerro de MonserrateLogo na saída do funicular tem-se a opção de chegar ao topo subindo alguns lances de escada ou seguir um caminho da Via-crúcis, que rodeia a lateral do monte e onde estão 14 esculturas vindas de Florença, na Itália, que contam os últimos momentos de Jesus Cristo. O legal é que por ali se pode ter um contato mais próximo da vegetação, contemplando a natureza nativa.

via sacra Cerro de Monserrate

via sacra Cerro de MonserrateNo alto está o Santuario del Señor Caído de Monserrate, destino de peregrinos de todo o país e do mundo. Entre e agradeça a Deus por estar ali e por sua viagem. Se quiser, aproveite para pedir outras viagens também. Nunca é demais, não é?

Santuario MonserrateSe a fome apertar, além de lanchonetes, há dois bons restaurantes. O Casa de San Isidro tem como especialidade a culinária francesa, com preços mais salgados, enquanto o Casa de Santa Clara serve a tradicional gastronomia bogotana e com preços mais acessíveis. Não provei de nenhum dos dois porque ainda não era hora do jantar. Mas dizem que são excelentes.

restaurante Casa de San IsidroE aí, gostou do post? Diga o que você achou deixando seu comentário. Ajude o blog e compartilhe-o pelas redes. Aproveite curta e siga o Roteiros Possíveis pelas redes sociais.

Instagram: https://www.instagram.com/roteirospossiveis/
Facebook: https://www.facebook.com/roteirospossiveis/
Twitter: https://twitter.com/blogroteirospos/
Pinterest: https://br.pinterest.com/roteirospossveis/pins/

Imagens: Anderson Corrêa

Anúncios