Desde março de 2017, a Colômbia passou a exigir dos brasileiros a certificação de vacina contra a febre amarela em decorrência dos últimos casos registrados no nosso país. Logo que você fizer o check-in no Brasil, a empresa aérea vai alertar você do documento, e poderá não embarcar se não tê-lo em mãos.

Siga o Roteiros Possíveis no Instagram @roteirospossiveis.

Para emitir o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia é muito simples e rápido. Se você já está em dia com a vacina, basta fazer um cadastro no site da Anvisa para marcar um horário para comparecer a uma das agencias do país. Clique aqui para acessar o cadastro.

Com data e horário marcados, compareça ao local escolhido portando o documento de identificação (RG ou Passaporte), a carteira de vacinação regular (com o carimbo/lote da vacina tomada) e, em alguns casos, também estão solicitando o comprovante de compra de sua passagem para o destino onde há exigência do certificado. O documento é gratuito. Confira aqui os pontos de emissão do certificado no Brasil.

IMPORTANTE! – Existem pessoas que não podem tomar a vacina, como gestantes, recém-nascidos e pessoas transplantadas, por exemplo. Para elas, existe um atestado de isenção (veja aqui).

Além disso, com a vacinação em dose fracionada aplicada em alguns estados brasileiros, a imunização tem um tempo reduzido. Essas pessoas não podem requerer a emissão do certificado. Para tanto, precisarão tomar a dose completa (dose única), que confere uma imunização vitalícia.

Abaixo, confira a lista dos países que exigem vacina contra a Febre Amarela

Afeganistão
África do Sul
Albânia
Angola
Antígua e Barbuda
Antilhas Holandesas
Arábia Saudita
Argélia
Aruba
Austrália
Bahamas
Bahrein
Bangladesh
Barbados
Belize
Benim
Bolívia
Botswana
Brunei
Burkina Faso
Burundi
Butão
Cabo Verde
Camarões
Camboja
Cazaquistão
Chade
Chile (apenas Ilha de Páscoa)
China
Colômbia
Coreia do Norte
Costa do Marfim
Costa Rica
Cuba
Djibouti
Dominica
Egito
El Salvador
Equador
Eritreia
Etiópia
Fiji
Filipinas
Gabão
Gâmbia
Gana
Granada
Guadalupe
Guatemala
Guiana
Guiana Francesa
Guiné
Guiné Equatorial
Guiné-Bissau
Haiti
Honduras
Ilha do Natal
Ilha de Páscoa
Ilha Norfolk
Ilhas Salomão
Índia
Indonésia
Irã
Iraque
Jamaica
Jordânia
Kiribati
Laos
Lesoto
Libéria
Líbia
Lituânia
Madagáscar
Malásia
Malawi
Maldivas
Mali
Malta
Martinica
Maurícia
Mauritânia
Mayotte
Moçambique
Montserrat
Myanmar
Namíbia
Nauru
Nepal
Nicarágua
Níger
Nigéria
Niue
Nova Caledônia
Omã
Panamá
Paquistão
Paraguai
Pitcairn
Polinésia Francesa
Quênia
Quirguistão
República Centro-Africana
República Democrática do Congo
República Dominicana
República do Congo
Reunião
Ruanda
Samoa
Santa Helena
Santa Lúcia
São Bartolomeu, Ilha
São Cristóvão e Nevis
São Martinho, Ilha de
São Tomé e Príncipe
São Vicente e Granadinas
Senegal
Serra Leoa
Seychelles
Singapura
Somália
SriLanka
Suazilândia
Sudão
Suriname
Tailândia
Tanzânia
Timor-Leste
Togo
Trinidad e Tobago
Tristão da Cunha
Uganda
Venezuela
Vietname
Wallise Futuna
Zâmbia
Zimbabwe

E aí, gostou do post? Deixe seu comentário. Ajude o blog e compartilhe-o pelas redes. Aproveite curta e siga o Roteiros Possíveis pelas redes sociais.

Instagram: https://www.instagram.com/roteirospossiveis/
Facebook: https://www.facebook.com/roteirospossiveis/
Twitter: https://twitter.com/blogroteirospos/
Pinterest: https://br.pinterest.com/roteirospossveis/pins/

Imagens: Reprodução

Anúncios