Quem for à Vila Velha, no Espírito Santo, não pode deixar de visitar o Museu da Vale. Talvez o principal espaço de exposições de arte do estado. O local é de difícil acesso, não porque seja escondido ou nos cafundós do mundo (apesar de parecer), mas na verdade a dificuldade está na sinalização que poderia te levar até lá mais facilmente. As placas nas avenidas existem, mas somem ao longo do percurso e podem deixar mais confuso quem o procura. Até mesmo dentro das instalações da Vale e do Porto não é tão fácil se situar. Mas quem tem boca…

Siga o Roteiros Possíveis no Instagram @roteirospossiveis

Porém, não é por isso que você deixará de ir ao museu. Existem bons motivos para fazer uma visita ao local. Primeiro, o centro cultural está localizado em um prédio belíssimo, onde funcionou até um tempo atrás a Estação Ferroviária Pedro Nolasco, de onde partiam e chegavam os trens entre o interior de Minas e o Porto de Vitória.

Ali existe uma exposição permanente que mostra a história da Estrada de Ferro Vitória a Minas. No acervo estão utensílios utilizados pelos funcionários da ferrovia, como também peças de trens e objetos decorativos, como relógios de paredes.

museu vale1Há também um painel interativo e uma maquete da ferrovia (a maior do Brasil, com 34m²) que conquista muito as crianças (e alguns adultos também). Na maquete é possível observar elementos identificados com a Estrada de Ferro Vitória a Minas, tais como mina, porto e instalações industriais ao longo da via férrea. O museu tem ainda um acervo fotográfico que conta a história da estrada de ferro.

museu vale 2Outra peça do acervo é a Maria Fumaça que fica na parte de trás do prédio. Com certeza esse é o grande xodó de quem conhece o local. A locomotiva Mikado 185, fabricada pela Baldwin Locomotives Works, na Filadélfia, em agosto de 1945, foi uma das últimas locomotivas a vapor compradas pela Vale. Ela consegue puxar até 22 vagões cheios de minério de ferro. Foi restaurada e está em pleno estado de funcionamento, apesar de hoje apenas servir de espaço de lazer para quem visita o museu. Ah! É permitido fazer fotos dentro dos vagões.

roteirospossiveis238roteirospossiveis237Ao lado do prédio da antiga estação fica um vagão que fica transformado no Café do Museu. Serve lanches, almoço e jantar (à la carte). Eles têm um suco de uva integral maravilhoso. Prove se puder. Infelizmente nesta minha última passagem por lá, o café estava para o público, pois haveria uma festa particular ali.

café museuO complexo cultural tem ainda alguns galpões onde também ocorrem exposições temporárias. Já tive oportunidade de apreciar duas. Uma delas a exposição Fermata, de Os Gêmeos, os irmãos grafiteiros Gustavo e Otávio Pandolfo. A outra exposição era uma mostra coletiva de artista da região norte e nordeste do país, intitulada “Amazônia, a Arte”.

Para fechar, o Museu Vale fica de frente para o Rio Santa Maria, na Baía de Vitória. Um pequeno píer permite ter uma visão dos navios e do porto de Vitória. Quem gosta de navegação ou coisas do tipo, vai apreciar bastante.

HORÁRIO DE VISITAÇÃO

Para visitar o Museu não se paga nada. Mas fique atento aos horários: de terça a sexta das 8h às 17h (de fevereiro a dezembro) e das 10h às 18h (em janeiro); e aos sábados e domingos, sempre das 10h às 18h. Fecha às segundas-feiras para manutenção.

COMO CHEGAR

Vou replicar aqui abaixo as instruções dadas no site do museu para facilitar sua chegada até o local.

Vindo de Carro

Sentido Vitória para Vila Velha:

Ir pela Av. Alexandre Buaiz, passar pela ponte Florentino Avidos (Cinco Pontes), no trevo, entrar à direita, sentido à sede da Polícia Federal, entrar à esquerda, contornar por debaixo do Viaduto. Passará ao lado do pátio de manobras da Estrada de Ferro Vitória a Minas. Após o viaduto, haverá placa indicando a entrada do Museu Vale.

Sentido Vila Velha para Vitória:

Seguir pela Av. Carlos Lindenberg, na bifurcação com a Ponte do Príncipe (segunda ponte), tomar à direita a entrada para o bairro de São Torquato, seguir sentido à ponte Florentino Ávidos (Cinco Pontes). No trevo e última entrada antes da ponte, entre à direita. Avistará placa indicando a entrada do Museu Vale.

Vindo de Ônibus Circular

As linhas intermunicipais que passam próximo ao Museu são: 516, 559, 572, 573, 574 e 597. Como proceder: Saltar em frente ao antigo supermercado São José. Caminhar em direção à ponte Florentino Avidos (Cinco Pontes). Na altura do trevo entrar à direita (última entrada antes da ponte). Seguir em direção ao totem verde que identifica a entrada do Museu Vale.

roteirospossiveis239E aí, diga o que você achou deixando seu comentário. Ajude o blog e compartilhe-o pelas redes. Aproveite curta e siga o Roteiros Possíveis pelas redes sociais. É grátis e não dói nada.

Instagram: https://www.instagram.com/roteirospossiveis/
Facebook: https://www.facebook.com/roteirospossiveis/
Twitter: https://twitter.com/blogroteirospos/

Imagens: Anderson Corrêa / Reprodução Museu Vale

P.S. Como informei em post anterior, fui assaltado. Levaram minha câmera com as fotos da viagem ao Espírito Santo. As poucas imagens que sobraram foram do celular, que compartilho aqui.

Anúncios