A região turística de Porto de Galinhas, em Ipojuca (PE), a 70 km de Recife, é um dos destinos de praia mais famosos do Brasil. O mar de águas claras em tons de azul e verde, muito salgada e morna, encanta pela beleza. A região cheia de piscinas naturais. Durante a maré baixa, é possível fazer mergulhos e vislumbrar peixes coloridos. Também se pode observar sobre as águas o vai e vem das jangadas que colorem a paisagem.

Não deixe de seguir o nosso IG @roteirospossiveis

Estive lá em 2005, e voltei este ano para rever este paraíso. Cheguei à região pela rodovia BR-101. Há nela um trecho crítico, cheio de buracos. Contudo, a parte mais próxima à Ipojuca, (PE-009) a estrada é bem conservada. Como tinha poucas horas em Porto de Galinhas, não pude aproveitá-la como eu queria, nem fazer os passeios que desejava, já que este era apenas o ponto de apoio para outras praias. Mas vamos lá às dicas:

Você pode escolher entre dois tipos de passeios estando em Porto de Galinhas: o de buggy ou de jangada. O primeiro você consegue percorrer todo o litoral da região e o outro te leva até as piscinas naturais.

roteirospossiveis187Quem tem mais tempo na cidade, pode explorar as praias da região com um passeio de buggy que leva os turistas de ponta a ponta do litoral de Porto de Galinhas. O passeio custa R$ 200,00 para 4 pessoas (o valor pode ser dividido, o que sai bem em conta). Quem opta por esse tipo de passeio, consegue explorar de forma mais rápidas as praias locais, como a praia de Muro Alto e Pontal de Maracaípe, que dizem ser belíssimos. Pena que não tinha tempo para fazer esse passeio.

Os bugueiros fazem algumas paradas durante o trajeto, como o passeio de jangada pelo mangue e até as piscinas naturais, onde estão os cavalos marinhos. O passeio é vendido nas agências de turismo na Rua Esperança, a principal do centrinho da cidade. Há várias por lá. Para mais informações, consulte a Associação dos bugueiros (81/3552-1930).

roteirospossiveis186A segunda opção é fazer somente o passeio de jangada até as piscinas naturais da Praia de Porto de Galinhas, que dura cerca de 1 hora. Mas é preciso ficar atento à maré. O passeio só é feito na maré baixa, quando é possível ver as piscinas naturais. A venda dos passeios acontece na Associação dos Jangadeiros, também na rua principal do centrinho, ao custo de R$ 25,00 por pessoa. Crianças até 6 anos pagam metade e  menores de 3 anos têm gratuidade. O guichê abre sempre 3 horas antes da maré baixa. Pagamento somente com dinheiro.

roteirospossiveis188A navegação até as piscinas dura cerca de 10 minutos. Você pode ficar mergulhando durante uns 20 minutos em cada um das piscinas. Depois disso é retornar para o ponto de saída das jangadas. Alguns jangadeiros podem te abordar e oferecer o passeio para antes do horário previsto da maré baixa, o que pode ser uma boa, já que evitará a multidão de pessoas na piscina. Eles também te deixarão ficar mais tempo nas piscinas, já que não terá tanta gente e que ainda terá tempo para a chegada do grupão.

PASSEIO PELO CENTRINHO

roteirospossiveis189O centrinho de Porto de Galinha é muito animado e com várias opções de restaurantes, lojas de artesanato e espaços de entretenimento. Dá para fazer as fotos com as diversas galinhas espalhadas pela localidade, com os letreiros de Porto de Galinhas e de Pernambuco em dois pontos distintos da região. Dá ainda para escolher entre os diversos souvenires para presentear os amigos na volta para casa. Além disso, há muitas opções de onde comer. E não tem só peixe, não. Tem churrasco, tem comida típica, tem pizza e até sushi.

roteirospossiveis191Vou sugerir dois locais. O primeiro é o Gratin, mais perto de praia, longe da muvuca do centrinho. O local é muito gracioso e serve uma carne de sol com purê de abóbora delicioso. Eles são especializados em comida gratinada, mas tem as opções sem esse tipo de preparo. O atendimento foi bom. O prato saiu por R$ 39,90. Preço muito justo.

roteirospossiveis190O outro lugar é a Pizzaria Mama Mia. Essa é uma opção para a noite. Tem música ao vivo. Pelo menos nesse dia o cantor era muito bom, fazendo um repertório de rock nacional e internacional. Tocou mesmo debaixo de chuva. A pizza era muito boa. Como estávamos em muitos, achamos melhor pedir todas de calabresa. E não houve arrependimento. Massa italiana e deliciosa. Aproveitamos e tomamos umas caipirinhas, muito bem feitas, por sinal. Pelo menos para o meu paladar.

E vocês, já foram ou estão planejando ir à Porto de Galinhas? Conta pra gente. Aproveita e siga o Roteiros Possíveis nas redes sociais:

Instagram: https://www.instagram.com/roteirospossiveis/
Facebook: https://www.facebook.com/roteirospossiveis/
Twitter: https://twitter.com/blogroteirospos/

Imagens: Christian Knepper (Embratur) / Anderson Corrêa

Anúncios