A Praia dos Carneiros (e adjacências), em Pernambuco, é um dos destinos mais bonitos do estado e se tornou um dos roteiros mais visitados na região nos últimos anos. Quem faz esse passeio, geralmente, aproveita para passar por Porto de Galinhas (PE) e ainda dá uma esticada em Maragogi, no estado das Alagoas, caso tenha tempo. Este foi o meu caso, que me beneficiei do feriado prolongado da Semana da Pátria, já que 8 de setembro é aniversário de São Luís.

O Roteiros Possíveis está no Instagram. Siga o @roteirospossiveis.

Carneiros, no município de Sirinhaém, no litoral sul de Pernambuco, é uma praia de águas em tons azuis e verdes, e, em boa parte do ano, transparentes. Quando estive lá, o mar não para peixe, ou melhor, para mergulhos, pois não estava tão límpido como eu queria. Mas de qualquer forma valeu a pena o passeio. O local onde a água estava mais clara era nas proximidades das piscinas naturais, a alguns quilômetros da costa.

O passeio de catamarã partiu da Praia do Gamela, onde fica a sede da empresa Água Viva, responsável pelo tour. Recebemos uma pulseira para ter acesso à embarcação e iniciamos a navegação. O prometido eram 5 horas de passeio, fazendo quatro paradas em pontos estratégicos.

DCIM114GOPRO

A primeira parada foi nas piscinas naturais. Bem, era apenas uma, porque o mar estava enchendo, então não tivemos muito tempo para apreciar. Creio que ficamos lá uns 15 minutos. Como eu mencionei, a água não estava tão clara, mas conseguíamos ver um pouco do fundo da piscina. Só não encontrei peixe. Foi meio (para não dizer bem) decepcionante.

A segunda parada foi nos bancos de areia entre a Praia do Gamela e dos Carneiros. Algumas pessoas caminharam por ali, mas eu preferi ficar na água mergulhando, me refrescando do calor e comendo queijo coalho assado (R$ 5,00). Delícia!

roteirospossiveis184O próximo ponto foi a Praia dos Carneiros. Paramos em frente à famosa Capela de São Benedito, a igrejinha mais requisitada para cerimônias de casamento na região. Bem, segundo o comandante, é preciso três coisas para se casar ali: primeiro, ter um(a) pretendente; segundo, marcar com pelo menos um ano de antecedência um vaga na agenda da igreja, que é muuuuuito concorrida; terceiro, ter um bom dinheiro na conta para pagar a cerimônia, porque para casar lá é preciso desembolsar pelo menos 15 mil reais, dependendo da época do ano. Imagine se não fosse uma capelinha. Requisitos a parte, o cenário é idílico.

roteirospossiveis183A quarta e última parada do passeio de catamarã é na Praia de Guadalupe, onde ficam alguns ribeirinhos dando um banho de argila em você. Cobrir o corpo com a tal areia é promessa de rejuvenescimento. Existem variações da argila que são indicadas para propósitos distintos. Usei uma de cor esverdeada, e não lembro qual era o seu benefício. Mas bem, depois de você passar a argila no rosto e no corpo, os ribeirinhos vão te oferecer o produto deles. Por R$ 15 você pode levar a argila beneficiada para continuar o tratamento em casa. Você não é obrigado a comprar. Mas a cara deles não fica tão receptiva quando recebe um não seu. Mas devo dizer que o banho nas águas daquela praia foi relaxante.

Voltamos ao barco para finalizar o passeio. Conhecemos um pouco do mangue que rodeia a região e ouvimos histórias pitorescas sobre aquele paraíso.

roteirospossiveis185SERVIÇOS – Sobre os serviços do catamarã: O preço do passeio é R$ 35,00, por pessoa. Há uma música ao vivo, que às vezes não dá para escutar, ou quando não, ele para a música no meio para fazer uns comentários engraçadinhos, digno de Zorra Total. O almoço é bom, optei pelo camarão alho e óleo, com arroz, feijão e salada. Também pedimos carne de sol e camarão empanado, que acompanham batata frita. O preço não é o mais barato, já que só temos opção de comer ali. Mas as porções são generosas. Serve três pessoas tranquilamente. Os preços variam de R$ 80 a R$ 120,00, dependendo do prato.

E aí, já fez esse passeio? Compartilhe sua experiência.

Imagens: Reprodução da Internet / Anderson Corrêa

Anúncios