Na parte mais alta da montanha do Príncipe Pio, em Madrid, está o Templo de Debod, uma construção de mais de 2.200 anos. A construção de pedra foi um presente do Egito para a Espanha, em 1968, em retribuição pela ajuda espanhola para salvar os templos de Núbia que poderia desaparecer devido à construção do barragem de Aswan. Para efeito de curiosidade, outros três templos salvos foram doados a países que ajudaram a preservar esses tesouros históricos.

Siga a gente no Instagram @roteirospossiveis.

Por causa de sua posição privilegiada, é possível desfrutar a partir do Templo de Debod uma vista panorâmica coroada pelo pôr do sol de Madrid. O conjunto do templo e o espelho d’água que fica em seu entorno completam uma das paisagens mais bonitas da cidade, especialmente no verão, quando o sol está ainda mais pleno. A luz reflete no espelho d’água e deixa o cenário com sua versão mais idílica. Aliás, a água representa o rio Nilo.

templo debodA transferência do templo do Egito para a Espanha, obviamente, não foi uma tarefa das mais fáceis. Alguns dos blocos de pedras, que foram transportados desmontados, perderam a numeração durante a traslado, o que dificultou a  reconstrução do monumento. Aliado a isso, os arqueólogos responsáveis não tinham um plano completo da arquitetura do templo, e poucos registros fotográficos que pudesse auxiliá-los na tarefa de reconstrução do templo tal qual como fora construído. Mas depois de dois anos de trabalho, o Templo de Debod foi finalmente inaugurado em Madrid.

roteirospossiveis 172Hoje o templo é aberto ao público que pode visitar ao longo de todo o ano e gratuitamente  seu pátio externo, onde ficam o espelho d’água e os portais, bem como o museu dentro da cripta na parte posterior. Dentro a exposição conta um pouco da história do templo e do povo egípcio. Dá para sentir o gosto de fazer uma viagem para o antigo Egito. Antes de entrar você enfrentará uma fila grande, mas ela anda rápido. Depois da visita, não esqueça de aguardar o pôr do sol deslumbrante.

Imagens: Reprodução da internet / Anderson Corrêa

Anúncios